sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Feliz OLHAR novo ...e que venha 2012!

O grande barato da vida é olhar para trás e sentir orgulho da sua história.
O grande lance é viver cada momento como se a receita de felicidade fosse o AQUI e o AGORA.
Claro que a vida prega peças.
É lógico que, por vezes, o pneu fura, chove demais..., mas, pensa só: tem graça viver sem rir de gargalhar pelo menos uma vez ao dia?
Tem sentido ficar chateado durante o dia todo por causa de uma discussão na ida pro trabalho?
Quero viver bem!
Este ano que passou foi um ano cheio.
Foi cheio de coisas boas e realizações, mas também cheio de problemas e desilusões. Normal.
As vezes a gente espera demais das pessoas. Normal.
A grana que não veio, o amigo que decepcionou, o amor que acabou. Normal.
Muda o ano, mas o homem é cheio de imperfeições, a natureza tem sua personalidade que nem sempre é a que a gente deseja, mas e aí? Fazer o quê?
Acabar com o seu dia? Com seu bom humor? Com sua esperança?
O que desejo para todos é sabedoria!
E que todos saibamos transformar tudo em boa experiência!
Que todos consigamos perdoar o desconhecido, o mal educado.
Ele passou na sua vida. Não pode ser responsável por um dia ruim...
O nosso desejo não se realizou?
Beleza, não estava na hora, não deveria ser a melhor coisa pra esse momento...
Chorar de dor, de solidão, de tristeza, faz parte do ser humano.
Não adianta lutar contra isso.
Mas se a gente se entende e permite olhar o outro e o mundo com generosidade, as coisas ficam bem diferentes.
Desejo para todo mundo esse olhar especial.
O ano que vai entrar pode ser um ano especial, muito legal, se entendermos nossas fragilidades e egoísmos e dermos a volta nisso.
Somos fracos, mas podemos melhorar.
Somos egoístas, mas podemos entender o outro.
O ano que vai entrar pode ser o bicho, o máximo, maravilhoso, lindo, espetacular... ou... Pode ser puro orgulho!
Depende de mim, de você!
Pode ser. E que seja!!!

Feliz olhar novo!!!
Que o ano que se inicia seja do tamanho que você fizer.
Que a virada do ano não seja somente uma data, mas um momento para repensarmos tudo o que fizemos e que desejamos, afinal sonhos e desejos podem se tornar realidade somente se fizermos jus e acreditarmos neles!

domingo, 20 de novembro de 2011

Playing for Change!

Playing for Change é um movimento de multimídia criado para inspirar, conectar, e trazer paz ao mundo através da música.
A idéia do projeto surgiu da crença de que a música tem o poder de atravessar fronteiras e superar a distância entre as pessoas. Sejam as diferenças geográficas, políticas, econômicas, espirituais ou ideológicas, a música tem o poder universal de transcender e unir a todos como um só povo.
"Construímos um estúdio de gravação móvel, equipado com alta tecnologia usada nos melhores estúdios, e viajamos para onde a música nos levar. Ao longo do projeto, decidimos que não era suficiente apenas gravar músicas e divulgá-las para o mundo; queríamos criar uma maneira de retribuir tudo que os músicos e suas comunidades haviam compartilhado conosco. Em 2007 criamos a fundação Playing for Change, uma empresa sem fins lucrativos cuja missão é fazer exatamente isso."
O último capítulo no movimento Playing for Change foi a Banda PFC. Formada por músicos vindos dos 4 cantos do mundo, este grupo de talentos incríveis demonstrou o poder de transformação, possível quando nos uníssimos. Quando audiências vêm e ouvem essa banda composta por músicos que viajaram milhares de quilômetros, unidos em propósito e coro em um só palco, todos se sentem tocados pelo poder de união da música.E agora, todo mundo pode participar dessa experiência transformadora que é o Movimento Playing For Change. Divulguem e compartilhem a mensagem; contribua para a fundação e envolva-se – esse é apenas o começo. Juntos, vamos conectar o mundo através da música.

Fonte: www.playingforchange.com


Confere aí:

sábado, 5 de novembro de 2011

A tal "normalidade"


61!! Esse é o número de dias que fiquei sem escrever para o meu blog. Por quê? Não sei. Talvez por tantas mudanças que aconteceram nos últimos tempos, talvez por falta de inspiração... talvez por falta de vontade mesmo. Enfim, o motivo ao certo eu não sei. Mas o fato é que, aqui estou. De volta ao meu mundo, de voltas às minhas inspirações.

Muitas pessoas ainda me questionam o porquê “La Loca”? E a estes digo que a resposta é muito simples: No que as pessoas consideram “normalidade” eu não me enquadro muito bem. Não gosto do convencional, não gosto do óbvio e enquanto todos seguem a mesma tendência prefiro fazer aquilo que eu acredito. E por isso, que eu volto a repetir que não me encaixo na normalidade e o blog não é diferente. Por sinal, alguém aí já ouviu Vanguart? Se não, deveria!

Entre os últimos acontecimentos, posso falar sobre o fato de eu ter mudado totalmente o rumo da minha vida. Três semestres inteiros de uma faculdade de Ciências Contábeis jogados pela janela, pelo simples fato de entender que não era isso que eu queria pra mim. Eu não queria (e não quero) passar a vida inteira calculando Impostos (PIS, COFINS, IR e outros milhares). Entendi que o que eu gosto mesmo é das Ciências Humanas, Comunicação e afins e mudei.. simples assim!! Simples pra mim né! Uma pessoa que vive na “normalidade” certamente não teria a mesma coragem. E agora o que eu mais gosto é de ouvir das pessoas “Marketing é a tua cara”.
Obrigada Malu “Muda, por favor muda!”

Enfim, eu voltei e pra ficar!!

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Diário de Viagem: Curitiba - Parte I


Um dia você acorda e pensa “Preciso viajar” aí você pega uma mala coloca algumas coisas e vai. Simples assim.. Sim! As coisas são, de fato, simples. Nós é que a complicamos, na maioria das vezes.

Saí de Porto Alegre com muita chuva, mas na esperança de que o sol aparecesse. E não é que ele apareceu!? Bom, cheguei a Curitiba na terça-feira as 15:00, fui até a estação Ferroviária e comprei uma passagem de trem para a cidade de Morretes, comprei com antecedência pois já havia sido informada de que as vezes não tem bilhete disponível na hora do embarque. Pois bem... passagem de trem comprada, aproveitei o resto da tarde para passear no shopping que ficava ao lado do Hostel que eu fiquei hospedada.

No dia seguinte fui conhecer a cidade de Curitiba, fiquei total e completamente apaixonada. A cidade é totalmente limpa e organizada. Os curitibanos talvez não sejam os mais simpáticos, mas com certeza são os mais educados. Ficam quietinhos na deles, mas se você precisa de qualquer informação, ou fala sobre qualquer assunto, eles prontamente respondem com toda a educação. Curitiba também chama atenção por ser uma cidade totalmente projetada, o transporte publico também funciona muito bem. Aliás, se vocês quiserem conhecer a cidade, o melhor mesmo é utilizar esse tipo de transporte. Peguei o “tourism line” ou Linha Turismo, que é a melhor forma de se conhecer a cidade e os pontos turísticos. Você paga R$25,00 e tem direito a quatro reembarques, assim você mesmo monta seu roteiro e conhece os lugares que acha melhor. O ônibus percorre 25 pontos turísticos em 2 horas e 30 min. Eu, particularmente optei pelo Jardim Botânico, Parque Tanguá, Museu Oscar Niemeyer e Ópera de Arame. Neste mesmo dia conheci a Rua das Flores, Centro Histórico, Bosque Alemão, Oratório Ucraniano, Universidade do Paraná, Teatro Guaíra e o Parque Barigui.

Continua....


sábado, 13 de agosto de 2011

Frases Feitas... Por Fernando Pessoa

Encerrando Ciclos...

Sempre é preciso saber quando uma etapa chega ao final. Se insistirmos em permanecer nela mais do que o tempo necessário, perdemos a alegria e o sentido das outras etapas que precisamos viver. Encerrando ciclos, fechando portas, terminando capítulos - não importa o nome que damos, o que importa é deixar no passado os momentos da vida que já se acabaram.

Foi despedido do trabalho? Terminou uma relação?
Deixou a casa dos pais? Partiu para viver em outro país?
A amizade tão longamente cultivada desapareceu sem explicações?


Você pode passar muito tempo se perguntando por que isso aconteceu. Pode dizer para si mesmo que não dará mais um passo enquanto não entender as razões que levaram certas coisas, que eram tão importantes e sólidas em sua vida, serem subitamente transformadas em pó. Mas tal atitude será um desgaste imenso para todos: seus pais, seu marido ou sua esposa, seus amigos, seus filhos, sua irmã, todos estarão encerrando capítulos, virando a folha, seguindo adiante, e todos sofrerão ao ver que você está parado.

Ninguém pode estar ao mesmo tempo no presente e no passado, nem mesmo quando tentamos entender as coisas que acontecem conosco. O que passou não voltará: não podemos ser eternamente meninos, adolescentes tardios, filhos que se sentem culpados ou rancorosos com os pais, amantes que revivem noite e dia uma ligação com quem já foi embora e não tem a menor intenção de voltar.

As coisas passam, e o melhor que fazemos é deixar que elas realmente possam ir embora. Por isso é tão importante (por mais doloroso que seja!) destruir recordações, mudar de casa, dar muitas coisas para orfanatos, vender ou doar os livros que tem. Tudo neste mundo visível é uma manifestação do mundo invisível, do que está acontecendo em nosso coração - e o desfazer-se de certas lembranças significa também abrir espaço para que outras tomem o seu lugar.

Deixar ir embora. Soltar. Desprender-se.
Ninguém está jogando nesta vida com cartas marcadas, portanto às vezes ganhamos, e às vezes perdemos. Não espere que devolvam algo, não espere que reconheçam seu esforço, que descubram seu gênio, que entendam seu amor. Pare de ligar sua televisão emocional e assistir sempre ao mesmo programa, que mostra como você sofreu com determinada perda: isso o estará apenas envenenando, e nada mais.

Não há nada mais perigoso que rompimentos amorosos que não são aceitos, promessas de emprego que não têm data marcada para começar, decisões que sempre são adiadas em nome do “momento ideal”. Antes de começar um capítulo novo, é preciso terminar o antigo: diga a si mesmo que o que passou, jamais voltará.

Lembre-se de que houve uma época em que podia viver sem aquilo, sem aquela pessoa - nada é insubstituível, um hábito não é uma necessidade. Pode parecer óbvio, pode mesmo ser difícil, mas é muito importante. Encerrando ciclos. Não por causa do orgulho, por incapacidade, ou por soberba, mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais na sua vida. Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira. Deixe de ser quem era, e se transforme em quem é!

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Voltaremos!



Olá meus queridos!
Devo dizer à vocês que muitas coisas aconteceram nos últimos dias.. Umas boas e outras nem tanto. O fato é que, tive de abandonar meu blog por alguns dias. Mas, garanto à vocês que logo estarei de volta com muitos assuntos bacanas e novidades!

Obrigado a todos pelas mensagens, recadinhos e e-mails.


Super beijo.


domingo, 17 de julho de 2011

Roller + Rua = Pura Diversão!

Gente, hoje o assunto é a minha paixão, meu esporte preferido: Patinação Inline. Ainda não sou profissional (nem pretendo) mas posso garantir que faz muito melhor ao corpo e a mente do que qualquer terapia. Pra quem nunca tentou.. nunca é tarde pra começar.

Patinação Inline é um esporte radical praticado com Patins em linha, em locais apropriados, como ralf pipe, parques, e ruas.
Mesmo que a patinação pareça ser um esporte moderno e futurista, os primeiros patins datam do início do século XVIII. E os patins de gelo são mais velhos ainda. Dessa forma não se enganem, em que o patins em inglês skate, surgiu muito antes do skateboard.

Já neste século, surgiram nos Estados Unidos os patins tradicionais, aqueles com duas rodas atrás e duas na frente (também chamado de quad). Foram criados com freios na frente para patinação artistica com intuito de proporcionar melhor impulsso em saltos. Na década de 1970, reapareceram os patins in-line (os primeiros são do século XlX). O retorno dos patins in-line promoveu o surgimento da patinação agressiva, subdividida nas modalidades street e vertical. Esses patins só foram chegar ao Brasil na década de 1990. Hoje é um esporte bem difundido e praticado em todo Brasil sendo considerado esporte Olimpico graças ao 'X-GAMES" nossa olimpiada de esportes radicais. Em 1991 na cidade de Belo Horizonte-MG surgiu a primeira equipe de patinadores da modalidade Agressive Inline, No shopping Del Rey, naquela época foi montada uma pista de patinação e a Fly Roller assim intitulada, a equipe composta por Alexandre Aguiar de Freitas (Alex), Welington Tadeu da Silva (Ton), Carlos Felipe Branco (Boca), Rafael Costa Paiva (Rafinha), Adamas Nelson (Adamoso), Juney, Dái e Antero Torres dava inicio ao cenário agressivo da patinação no Brasil. Como Pioneiros da Patinação radical em linha com entrevista a MTV e patrocinio da rádio 98 FM em BH marcaram época com viajens por todo o Brasil com apresentações em rampas e o famoso Half Pipe de fibra propriedade da empresa Perene Ltda a primeira empresa Brasileira a patrocinar o esporte em território nacional.

Fonte Wikipédia.

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Street Wedding

Eu já tinha visto uma reportagem, no programa 30 Minutos da TvCom, sobre o trabalho do fotógrafo Everton Rosa, hoje tive oportunidade de entender melhor o "Street Wedding" ou "Casamento de Rua"

Pra quem ainda não conhece,os conceitos de Street Wedding circundam na oportunidade para pessoas que sempre sonharam com um casamento. Muitas delas optam por não casar simplesmente por falta de tempo, pela dificuldade em reunir família e amigos. Assim, se deparam também com a distância das pessoas que queriam ter por perto no dia, tão especial.

É uma forma de registrar através da fotografia a expressão dos sentimentos entre o casal. O Street Wedding pode ser feito para aqueles que já casaram, para quem irá casar e também para quem não pretende, mas gostaria de simular um casamento e sentir a sensação de vestir-se de noivo e noiva.

Um novo estilo de casamento que transmite por meio da fotografia, na ausência de convidados, demonstrações de sentimentos entre dois, dos quais somente o fotógrafo e a natureza, na maioria das vezes, são testemunhas. Os rituais de um casamento como valsa, bolo, alianças, champagne, buquê e as juras matrimoniais podem compor o cenário. Cabe aos noivos e à produção usar a criatividade para adaptá-los a ele.

Em 20 anos atuando como fotógrafo de casamentos, Everton Rosa percebeu que faltava uma maior expressão entre os noivos em alguns de seus muitos trabalhos. Nem sempre eles exprimem tudo o que podem e o que desejam no tão esperado e planejado matrimônio. Tudo isso porque o ritual envolve inúmeros detalhes que, até aquele momento, ambos nunca vivenciaram.

O Street Wedding surgiu para mudar esse conceito. Ele consiste no fato do fotógrafo, em conjunto com o casal, sugerir e escolher um local e assim definir um cenário para a realização de um ensaio fotográfico diferente, exuberante, inesquecível. Como o próprio nome diz, Street Wedding, em inglês, significa “casamento na rua”. Hoje, mesmo com a contratação de excelentes profissionais especializados em se preocupar com os mínimos detalhes da festa, os noivos não deixam de desempenhar o papel de anfitriões. Devido a isso, é muito importante que a escolha do lugar tenha alguma identificação com os protagonistas, uma vez que a fotografia fala por si e a idéia principal do Street Wedding é mostrar a essência da união do casal através da força da integração entre três elementos: o homem, a natureza e o amor.

Everton Rosa conduz os participantes a evocarem suas emoções de maneira natural e contundente, às quais talvez não sejam levadas à tona de forma veemente nem mesmo durante cerimônias ou celebrações. Da mesma forma, ele produz e cria situações que fogem do lugar-comum, da rotina de um casamento clássico, com o objetivo de diferenciar, inovar, incrementar e fazer brotar momentos que depois serão resgatados para sempre. Momentos únicos e especiais.

Para conferir mais fotos de Street Wedding acesse o site:















quinta-feira, 7 de julho de 2011

Aos amantes da Fotografia

Em uma junção do digital e o analógico, temos a irreflexão e o filme fotográfico. Eis que surge a Lomografia. É um movimento fotográfico internacional, que quebra todas as regras. É sobre estilo de vida e filosofia, além de boas fotografias, é claro. Democrático e divertido. A arte de fotografar com uma Lomo consiste em fotografar ao acaso, buscando o imprevisível. Não é encenado nem produzido, é uma fotografia do cotidiano.

Utiliza a câmeras fabricadas pela LOMO, Leningradskoye Optiko Mechanichesckoye Obyedineni, que traduzindo do russo significa União de Óptica Mecânica de Leningrado. A fábrica surge em 1914, na atual São Petersburgo, com a função de produzir equipamentos óticos para o exército russo para a Primeira Guerra Mundial.
Em meio à guerra civil, em 1917, um grupo de engenheiros cria a primeira câmera fotográfica de fabricação russa. Em 1982 começa a produção maciça do modelo Lomo Kompact Automat. Uma câmera absurdamente barata e simples de usar, para que todas as famílias da União Soviéticas pudessem documentar e fazer propaganda do estilo de vida soviético. Com a queda do Comunismo, a Lomo não teria condições de competir no livre mercado, e decidiu para a produção das suas câmeras.

A história da Lomografia muda seu curso quando dois jovens de Viena viajam para Praga, na República Checa em 1991 e descobrem uma máquina Lomo. Os dois ficam fascinados com o resultado das imagens, a saturação das cores, e em pouco tempo, a Lomo vira mania na Áustria. Em 1995, eles criam em Viena a Sociedade Lomografica e a primeira LomoEmbaixada, com o intuito de impedir o desaparecimento das câmeras.
Hoje a Lomografia é Cult. Com seus “defeitos” propositais, como manchas de luz, ela encanta os fotógrafos alternativos. Pode ser considerada até “tosca”, com suas câmeras completamente mecânicas, feitas de plástico, inclusive a objetiva, criando um efeito de alta plasticidade e inclusive algumas deformações da realidade.

A Lomo é o oposto técnico da fotografia analógica convencional, não há nenhum controle do resultado, muitos vezes a câmera sequer possui um visor. É o que podemos chamar de Lo-Fi (de low fidelity, baixa fidelidade). Com suas 10 Regras de Ouro, a Sociedade Lomográfica nos convida a olhar de forma diferente a realidade e o cotidiano, sem deixar a arte para trás. Intuitivo e irreverente.

10 Regras de Ouro
1. Leve sua câmera para todos os lugares que for
2. Use-a a qualquer momento – dia e noite
3. Lomografia não é uma interferência na sua vida, mas parte dela
4. Tente fotografar da altura do quadril
5. Aproxime-se o máximo possível do que for fotografar
6. Não pense
7. Seja rápido
8. Você não precisa saber com antecedência o que for fotografar
9. Nem depois
10. Não se preocupe com nenhuma regra

Fonte: Blog By n9ve com colaboração de Renata Lohmann












terça-feira, 5 de julho de 2011

Adele: Amando profundamente!

A primeira vez que eu ouvi a música Rolling in the Deep, jurei que era uma música da Amy Winehouse. Adorei a música, mesmo não sendo fã da Amy. Logo depois descobri que eu estava errada, de fato a música não era da Amy e sim de uma cantora, até então, desconhecida pra mim: Adele.

Adele escreve canções sobre amores perdidos e outras lembranças. Isso fica claro na música Daydreamer, onde a cantora relata a história de um menino pelo qual estava apaixonada, porém não podia lidar com a sua bissexualidade, tudo que ela queria de um namorado, ele não seria. Já Somenone Like You foi escrita para seu ex-namorado, revelando o fim de um relacionamento frustrado. A cantora é fã de poesia, adora escrever e não gosta muito de ler. Canta desde os quatro anos, e seu primeiro cd foi lançado em 2006, intitulado “19”, o disco foi rotulado como sendo bastante triste e foi quatro vezes disco de platina no Reino Unido.

Em Janeiro de 2011, Adele lançou seu segundo álbum, intitulado “21”, que vendeu mais de 200 mil cópias na primeira semana. BRIT Awards 2011, trouxe Adele cantando Someone Like You. Após sua apresentação, a britânica permaneceu por mais de quatro semanas consecutivas no top do Reino Unido, fazendo-a a primeira artista (com vida) a ficar em primeiro lugar no UK Album Chart e UK Singles Chart, ao mesmo tempo; fato este, que não ocorria desde a banda Beatles em 1964.
Seu segundo álbum, também permaneceu sobre onze semanas consecutivas como o álbum mais vendido do Reino Unido, superando a cantora Madonna que permaneceu por nove semanas.

Sucesso né? Confiram:

sábado, 2 de julho de 2011

Toque-me, sou seu!

O Prefeitura de Nova York inundará as ruas da cidade com pianos para convidar os pedestres a tocar os instrumentos entre os dias 21 de Junho e 5 de Julho. A iniciativa, sob o título "Toque-me, sou seu" incentiva os cidadãos a explorarem sua criatividade. Foram distribuídos 60 pianos tanto nas ruas como nos parques e pontes da cidade para que as pessoas se encorajem a tocarem suas teclas.

O prefeito nova-iorquino explicou que sua administração, que impulsiona a iniciativa junto à organização beneficente Sing For Hope, tem grande interesse em proporcionar projetos públicos à cidade para fazê-la um "lugar vibrante". Ressaltou que esta nova experiência será um dos projetos "mais interativos" feitos até o momento.

Os instrumentos serão colocados em lugares clássicos da cidade como o Central Park, Brooklyn Bridge e Times Square. No entanto, o caráter interativo da obra não termina após tocar as teclas já que os aprendizes de pianista poderão colocar seus vídeos, fotografias e textos em site criado para compartilhar sua experiência.

A iniciativa está dentro das atividades do festival "Make Music New York", um evento realizado no primeiro dia do verão com mais de mil shows musicais gratuitos ao longo dos cinco condados da cidade. Moradores e turistas poderão desfrutar da instalação até o dia 5 de julho e exercitar seus dedos desde primeira hora da manhã até às 22h.

Uma vez finalizado o projeto, a organização Sing for Hope, que impulsiona a participação de artistas em serviços comunitários, doará os pianos aos colégios e hospitais da cidade de Nova York.

Fonte:Terra Notícias

História da Bailarina Torta


Dançava a bailarina torta
Dançava até o sol se pôr
Dançava a bailarina torta
Dançava à procura de um amor

Dançava a bailarina torta
Dançava até o sol se pôr
Dançava a bailarina torta
Bailava à procura de um amor

No beco dos velhos bares
Onde um dia ela já dançou
Antes de entortar as pernas
Antes de perder um grande amor

E a bailarina torta corria atrás
De roupas novas e um copo de champanhe

Nunca mais champanhe
Nunca mais plateia no Municipal
Nunca mais champanhe
Nunca mais baile de carnaval

E a velha bailarina torta
Que bailava em busca de um amor
Entrou, fechou a porta
Deitou e então silenciou



Silenciou...

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Os Magos

“Os Magos está para Harry Potter como uma dose de uísue puro está para um xícara de chá”

O primeiro livro da série MAGOS está à venda desde Dezembro de 2010. Engraçado, irônico e deliciosamente inventivo, Os Magos, além de um verdadeiro romance de formação, é um épico de magia e exploraçãode outros mundos que expande os limites da ficção fantástica feita até aqui. Ao imaginar a magia como algo presente no mundo real, praticada por pessoas reais – com seus caprichos, emoções e desejos volúveis – Lev Grossman presta tributo ao fantástico presente nas histórias de C.S.
Lewis, T.H. White, Neil Gaiman e J.K. Rowling, mas constrói também seu próprio universo original, no qual a fronteira entre o bem e o mal não é exatamente tão clara, amor e sexo não são nada simples ou inocentes e conhecimento e poder têm um preço alto demais.

Sinopse: Quentin Coldwater é um gênio precoce às vésperas de entrar na faculdade. Como a maioria das pessoas, Quentin acreditava que a magia não era algo real. Acreditava. Tudo muda quando ele é surpreendentemente admitido em uma universidade - muito antiga, muito secreta, muito exclusiva - de estudos mágicos, ao norte de Nova York. Após se esgueirar por um terreno baldio do Brooklyn na tarde de inverno em que deveria ter feito sua entrevista para entrar em Princeton, Quentin se vê, em pleno verão, no idílico campus da misteriosa Brakebills. Ali - não antes de um difícil e cansativo exame de admissão - ele dá início a uma extensa e rigorosa iniciação ao universo acadêmico da feitiçaria moderna; ao mesmo tempo, descobre também os princípios boêmios da vida universitária - amizades, amores, sexo e álcool.

Fica a dica!

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Apanhador Só: Um Rei e o Zé

A banda Apanhador Só chega para desvendar os segredos da transmutação. Assim como faz com a sucata que serve de percussão, o quarteto encontra maneiras incomuns para usar estilos e gêneros – reinventados a ponto de eventuais influências se tornarem irreconhecíveis.

Com críticas positivas ao seu primeiro disco cheio, lançado em abril de 2010, o Apanhador Só tem sido apontado como uma das maiores revelações do pop nacional. Seu álbum homônimo frequentou grande número listas de melhores discos brasileiros de 2010 – na mais concorrida delas, organizada pelo site Scream & Yell com mais de 90 votantes (entre os principais jornalistas, escribas pop e formadores de opinião do país), alcançou o terceiro lugar – e rendeu ao grupo convites para shows em todo país.

Indicado à categoria Aposta MTV na última edição do Video Music Brasil, o quarteto de Porto Alegre surgiu em 2006, quando gravou o EP Embrulho Pra Levar. Com este trabalho, inscreveu-se e garantiu primeiro lugar no concurso de bandas do festival Trama Universitário, promovido pela TramaVirtual, que selecionou novos talentos para abrir shows de artistas consagrados. No caso do quarteto, a artista em questão era a cantora Maria Rita, que recebeu o grupo no Rio de Janeiro.

A partir daí, o Apanhador Só não parou de crescer e circular pelo país. Os gaúchos passaram por diversas cidades do sul, sudeste e nordesde do Brasil, sem deixar de registrar novos trabalhos. O segundo EP, nomeado Apanhador Só, saiu em 2008. No mesmo ano, a banda passou pelo projeto Prata da Casa, do SESC Pompeia (São Paulo), à época com curadoria do jornalista cultural Pedro Alexandre Sanches, e foi destaque n’O Estado de S. Paulo em matéria de Jotabê Medeiros sobre “bandas para ficar de olho“. Ainda em 2008, o grupo esteve entre os finalistas do festival El Mapa de Todos, que reuniu em Brasília artistas de países sul-americanos, como Peru, Chile, Argentina, Uruguai e Brasil.

No ano seguinte, o Apanhador Só participou da Feira Música Brasil (um dos maiores eventos de negócios da música da América Latina), então realizada em Recife. Também em 2009, graças à aprovação em edital do Fundo Municipal de Apoio à Produção Artística e Cultural de Porto Alegre (FUMPROARTE), o Apanhador Só gravou seu celebrado álbum de estreia, produzido por Marcelo Fruet e com distribuição nacional. Disponível para download gratuito em seu site, o trabalho está prestes a atingir a marca de 20 mil downloads.

Em fevereiro de 2011, o grupo lançou o clipe da música “Um Rei e o Zé“, com exclusividade para a MTV. No vídeo, dirigido e produzido pela Sofá Verde Filmes, o grupo protagoniza uma emocionante partida de toca-bola na Zona Norte da capital gaúcha. Além das participações especiais de alguns parceiros da banda (como Marcelo Souto, co-autor da canção “Nescafé” com o vocalista Alexandre Kumpinski, o poeta Diego Grando e o compositor Ian Ramil, que também atua como figurante), o clipe chama atenção pela atraente fotografia.

A sonoridade do Apanhador Só é desafiadora: o rock mistura-se com as mais diversas influências e referências, seja com a presença do bandonéon em um legítimo tango (“Balão-de-Vira Mundo”) ou na sucata utilizada como percussão em quase todas as músicas – furadeira, máquina registradora, pato de borracha e até uma bicicleta modificada, que acompanha o grupo no palco. Toda essa atmosfera curiosa é completada pelas letras inspiradas de Kumpinski, as guitarras impressionantes de Felipe Zancanaro, as envolventes linhas de baixo de Fernão Agra e a bateria elegante de Martin Estevez.

Fonte: apanhadorso.com

sábado, 25 de junho de 2011

Mapa Múndi

E com vocês Mapa Múndi!
Não..não estou me referindo ao mapa representado todo o globo terrestre. E sim, a música que eu passo os dias cantarolando do queridíssimo Thiago Petit. Pra quem não conhece, fica a dica!


Pottermore: Depois do fim, o recomeço!

A série cinematográfica de Harry Potter, o bruxo mais lido do universo, chega ao fim. Mas, sua autora J.K. Rowling surpreende novamente, dessa vez não por algo que termina, mas por algo que começa: o projeto Pottermore, portal on-line para reunir fãs e vender e-books e audiobooks de uma das séries literárias de maior sucesso comercial.

O portal estará aberto aos internautas a partir de outubro, mas um milhão de fãs que tenham cadastrado seu e-mail no portal do projeto serão escolhidos para participar da própria construção do site a partir de 31 de Julho, data do aniversário do bruxo. Cada leitor, ao entrar no portal, escolherá um nome bruxo e se tornará personagem na leitura compartilhada que vai contar com material inédito escrito pela autora. Além disso, será sorteado através do chapéu seletor, para uma das quatro casas em que são distribuídos os alunos de Hogwarts

J.K.Rowling promete revelar histórias não contadas nos livros e outras coisas que os fãs não imaginam. Desde que foi aberto o site está recebendo milhões de acessos, o que torna praticamente impossível registrar e-mail para receber novas diretrizes sobre o projeto.

Para aqueles que quiserem cadastrar seu e-mail e acompanhar maiores detalhes do projeto, acessem http://www.pottermore.com/

quarta-feira, 22 de junho de 2011

O Teatro Mágico: e o mundo é perfeito!

Estou apaixonada! Foi o que eu disse pra Malu quando ela me apresentou O Teatro Mágico. Sabe aquelas canções que mais parece um carinho aos seus ouvidos? Pois é, embaladas por violino, violões, flauta e muita poesia a trupe desenvolve um projeto que reúne elementos do circo, do teatro, da literatura, da política e do cancioneiro popular tornando possível a junção de diferentes segmentos artísticos numa mesma apresentação.

O Teatro Mágico foi formado em 2003 por Fernando Anitelli, junto com amigos e artistas circenses que acreditaram no projeto. A trupe trabalha sem apoio de gravadoras ou campanhas de mídia, alegando-se independentes e possuem dois álbuns de estúdio: Entrada para raros e O Segundo Ato. Inspiradas nas obras de Hermann Hesse, escritor alemão ganhador do Prêmio Nobel de Literatura que apresentou o conceito de teatro mágico (eufemismo para uso de entorpecentes) em seu livro O Lobo da Estepe, as composições tratam dos personagens que as pessoas precisam assumir nas diversas situações do cotidiano. As canções vão sendo intercaladas pelo traçado tecnológico de ruídos telefônicos, sinais de rádio e mensagens de voz. Os integrantes da trupe se apresentam maquiados e vestidos de palhaço, que trazem a ideia do "personagem interno" escondido em cada um de nós.

O Teatro Mágico torna possível que cada um se mostre como é, que cada verdade interna seja revelada. Essa é a grande brincadeira, ser o que se é, afinal todos somos raros e temos que ter consciência disso" , destaca Anitelli. E assim, a trupe vai traçando um paralelo entre o real e o imaginário enquanto o público, aos poucos, vai entrando na mesma freqüência sinestésica marcada pelo ritmo do espetáculo. No final, palco e platéia se fundem e cada um dos presentes vai descobrindo a delícia de se permitir ser um pouco mais de si mesmo.

terça-feira, 21 de junho de 2011

Teatro de Rua

O teatro de rua, uma das manifestações mais antigas de cultura popular, traz na bagagem séculos de história. Além de ser uma forma de arte democrática, onde é permitido comer e beber durante o espetáculo, sair no meio e até contracenar com os atores, o teatro de rua é marcado por uma intenção explicita de criar encenações para ser apresentadas em espaço publico.

Ocorreu em Porto Alegre, entre os dias 01 e 12 de Abri o 3° Festival de Teatro de Rua. Entre a programação, pude assistir no dia 10 de Abril no Brique da Redenção ao espetáculo “La Perseguida” do Grupo de Teatro VagaMundo,de Santa Maria/RS.

Fantástico! No espetáculo Rabito espera pelo seu grande amor, como uma metáfora para tudo aquilo que perseguimos na vida, metaforizados na peça pela figura de uma mulher. Como todos nós, em meio à procura por um sentido maior, Rabito preenche-se de esperança. É um palhaço de vida, daqueles que rodam a mundo dissipando a alegria. Contando com a brilhante atuação de Daniel Lucas, que conduz o espetáculo de uma forma leve e interagindo com o publico. Esse é o espírito do teatro de rua, encenado para quem queira assistir, sem qualquer regra ou cobrança.

"Será que o teatro de rua estaria apartado da contemporaneidade?" Essa questão foi estabelecida como base para a 3° edição do Festival, consolidando pontes entre o tradicional e o contemporâneo. Atualmente, podemos constatar o espaço conquistado por essa modalidade teatral, a partir da existência, de grupos em diversas localidades do país, neste ano o Festival em Porto Alegre contou com dez grupos, sendo que no anterior foram apenas dois grupos.

Para as Gurias: É colorir-se e Apaixonar-se


Hoje a dica é para as gurias que adoram unhas coloridas.
A tendência das unhas inglesinhas foi lançada mundialmente pela Yves Saint Laurent em sua última campanha de esmaltes.
A unha inglesinha nada mais é do que uma francesinha colorida, na qual se usa uma combinação de esmaltes, ou seja, tanto a base das unhas quanto as pontas são coloridas. E para fazer a combinação é só usar a imaginação! Mas como sempre vale usar de bom senso para combinar as cores, qualquer combinação mal feita pode acabar com seu look inteiro.
A dica é começar pegando leve, usando combinações de cores próximas, como um pink e um rosa mais claro ou ainda vermelho e pink. Marrom com ponta bege também deixa sua unha ao mesmo tempo discreta e moderna.
Para as mais conservadoras é bom lembrar que qualquer que seja sua preferência em matéria de tonalidades, não esqueça nunca de usar sempre o mesmo tipo de cobertura. Ou seja, se a cor do corpo da unha for cintilante a da ponta também deve ter o efeito brilhante.
Mas para aquelas que gostam de inovar... As combinações de fosco e brilhante também ficam muito bonitas!
Soltem a imaginação e apaixonem-se pelas unhas coloridas!

Doutores da Alegria: o engraçado que é sério!


Em 1986, Michael Christensen, um palhaço americano, diretor do Big Apple Circus de Nova Iorque, apresentava-se numa comemoração num hospital daquela cidade, quando pediu para visitar as crianças internadas que não puderam participar do evento. Improvisando, substituiu as imagens da internação por outras alegres e engraçadas. Essa foi a semente da Clown Care Unit™, grupo de artistas especialmente treinados para levar alegria a crianças internadas em hospitais de Nova Iorque.

Em 1988 Wellington Nogueira passou a integrar a trupe americana. Voltando ao Brasil, em 1991, resolveu tentar aqui um projeto parecido, enquanto ex-colegas faziam o mesmo na França (Le Rire Medecin) e Alemanha (Die Klown Doktoren). Os preparativos deram um trabalho danado, mas valeu: em setembro daquele ano, numa luminosa iniciativa do Hospital e Maternidade Nossa Senhora de Lourdes, em São Paulo (hoje Hospital da Criança), teve início o Doutores do Riso, com a missão de levar alegria a crianças hospitalizadas, seus pais e profissionais de saúde, através da arte do palhaço, nutrindo esta forma de expressão como meio de enriquecimento da experiência humana.

Certificação Riso 9000
Toda empresa de sucesso e visão conhece a importância de garantir a qualidade de seus processos, produtos e serviços. Também já percebeu que é preciso cuidar bastante de quem faz tudo isso acontecer – é fundamental que o funcionário funcione sempre bem!

Pensando nisso, e atendendo a pedidos, os Doutores da Alegria criaram uma certificação inovadora: a Riso 9000, que atesta níveis saudáveis de alegria no local de trabalho. A alegria nas relações – com o trabalho, os colegas e até com as adversidades que vez ou outra insistem em acontecer – mantém a criatividade e a energia em alta, e de lambuja transforma o ambiente com a quebra positiva da rotina.

Para certificar a saúde do clima organizacional, é imprescindível um exame das veias cômicas dos funcionários por nossos doutores-palhaços – médicos do coração, formados em besteirologia e pós-graduados na arte de observar. Em algumas horas, uma dupla de Doutores percorre o escritório, fazendo uma varredura besteirológica por baias, salas de reunião, cafés e corredores, oxigenando o ambiente e lembrando sempre que bobagem pouca é desgraça!

Consulte sempre um besteirologista. Invista em RH, Recursos Humorísticos, com uma atividade simples e inusitada, como um reluzente nariz vermelho.


Fonte: doutoresdaalegria.org

domingo, 19 de junho de 2011

Frases Feitas... Por Martha Medeiros


Qual o elogio que uma mulher adora receber?
Bom, se você está com tempo, pode-se listar aqui uns setecentos:
mulher adora que verbalizem seus atributos, sejam eles físicos ou morais.
Diga que ela é uma mulher inteligente, e ela irá com a sua cara.
Diga que ela tem um ótimo caráter e um corpo que é uma provocação,
e ela decorará o seu número.
Fale do seu olhar, da sua pele, do seu sorriso, da sua presença de espírito,
da sua aura de mistério, de como ela tem classe:
ela achará você muito observador e lhe dará uma cópia da chave de casa.
Mas não pense que o jogo está ganho: manter o cargo vai depender da sua
perspicácia para encontrar novas qualidades nessa mulher poderosa, absoluta.
Diga que ela cozinha melhor que a sua mãe,
que ela tem uma voz que faz você pensar obscenidades,
que ela é um avião no mundo dos negócios.
Fale sobre sua competência, seu senso de oportunidade,
seu bom gosto musical.
Agora quer ver o mundo cair?
Diga que ela é muito boazinha.
Descreva aí uma mulher boazinha.
Voz fina, roupas pastel, calçados rente ao chão.
Aceita encomendas de doces, contribui para a igreja,
cuida dos sobrinhos nos finais de semana.
Disponível, serena, previsível, nunca foi vista negando um favor.
Nunca teve um chilique.
Nunca colocou os pés num show de rock.
É queridinha.
Pequeninha.
Educadinha.
Enfim, uma mulher boazinha.
Fomos boazinhas por séculos.
Engolíamos tudo e fingíamos não ver nada, ceguinhas.
Vivíamos no nosso mundinho, rodeadas de panelinhas e nenezinhos.
A vida feminina era esse frege: bordados, paredes brancas,
crucifixo em cima da cama, tudo certinho.
Passamos um tempão assim, comportadinhas, enquanto íamos alimentando um
desejo incontrolável de virar a mesa.
Quietinhas, mas inquietas.
Até que chegou o dia em que deixamos de ser as coitadinhas.
Ninguém mais fala em namoradinhas do Brasil: somos atrizes,
estrelas, profissionais.
Adolescentes não são mais brotinhos: são garotas da geração teen.
Ser chamada de patricinha é ofensa mortal.
Pitchulinha é coisa de retardada.
Quem gosta de diminutivos, definha.
Ser boazinha não tem nada a ver com ser generosa.
Ser boa é bom, ser boazinha é péssimo.
As boazinhas não têm defeitos.
Não têm atitude.
Conformam-se com a coadjuvância.
PH neutro.
Ser chamada de boazinha, mesmo com a melhor das intenções,
é o pior dos desaforos.
Mulheres bacanas, complicadas, batalhadoras, persistentes, ciumentas,
apressadas, é isso que somos hoje.
Merecemos adjetivos velozes, produtivos, enigmáticos.
As “inhas” não moram mais aqui.
Foram para o espaço, sozinhas.

sábado, 18 de junho de 2011

Para os Gleeks de plantão!



Para a galera que ainda não teve oportunidade de assistir a série GLEE que vai ao ar na Fox, tenho uma boa noticia: A série passará a ser exibida aqui no Brasil, a partir de Julho deste ano, em um canal de TV aberta, Rede Globo.

A série é centra-se no clube de Glee, o coro da escola, chamado de NEW DIRECTIONS. Os membros lidam com questões de relacionamento, sexualidade e conflitos sociais. A primeira temporada foi ao ar nos Estados Unidos entre de 9 de Setembro de 2009 e 8 de Junho de 2010 e a história é focada na luta do diretor do coral, e professor de espanhol, Will Schuester (para os gleeks Mr Schue) em reerguer o coral da escola , que a principio é apenas freqüentado por alunos pouco populares e excluídos. Para o clube não terminar, o NEW DIRECTIONS precisa chegar às regionais e assim conseguir verba para o clube continuar ativo. Nesse processo muitas coisas acontecem, a maldade da treinadora Sue, a gravidez de Quinn, as dificuldades de Artie devido a cadeira de rodas, o homossexualismo de Kurt e a separação de Schue. Tudo isso regado a muita música, posso garantir: a maioria dos episódios é emocionante!

A Segunda temporada começou em 21 de Setembro de 2010, e uma terceira temporada deve ir ao ar em Setembro de 2011 nos Estados Unidos. Na terceira temporada parte do elenco será trocada, uma vez que os protagonistas devem se formar e então deixar a escola. Está confirmada a saída de Rachel, Finn, Artie e Mercedes até o final de 2012. À medida que os antigos personagens forem saindo, novos personagens irão aparecer, como no caso de Sam, para que o público vá se acostumando com eles.

Glee recebeu várias críticas favoráveis, ganhou diversos prêmios entre os quais Melhor Série no Golden Globe Awards 2011 e Melhor Série do ano pela Television Critics Association em 2010. A série realmente agrada, eu indico vocês a não perderem nenhum episódio e tornarem-se Gleeks também!


Para os que ainda não conhecem, confiram abaixo uma das minhas versões preferidas.

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Foi sem querer, querendo!


Quem nunca se pegou em frente à televisão, passando por todos os canais e por fim assistindo pela milésima vez o episódio de Chaves de férias em Acapulco? Eu confesso que já fiz isso muitas vezes e mesmo sabendo cada palavra que seria dita a seguir, ainda assim achei graça! E ainda acho!

Impressionante como Chaves, ou El Chavo, mesmo passados quarenta anos do inicio do programa, ainda faz tanto sucesso. Quem não se lembra do episódio da “Festa da boa vizinhança”? Onde o Chaves declama a poesia “Volta o cão arrependido/Com as suas orelhas tão fartas/Com seu osso ruído/E com o rabo entre as patas” e no final diz “Esse verso é repetido 44 vezes”.

O programa no auge da sua popularidade, exibido em 120 países, teve audiência mundial estimada em 350 milhões de telespectadores. Além disso, no México, foi o programa mais assistido na história do país, fato que fez com que o programa entrasse para o Guiness Book em 2003.
O nome original de Chaves em espanhol é "El Chavo". A palavra "chavo" é uma gíria que, no México, significa "menino", "garoto" ou "moleque". Também pode ser usada no feminino, como "chava", para se referir a uma menina. Mas como no Brasil esse termo não existia, e o nome "Chavo" soaria estranho na dublagem em português, o personagem ganhou o nome de "Chaves" na dublagem brasileira, por ser um sobrenome bastante comum. Na série original os moradores da vila sempre chamam o Chaves de "el Chavo" e nunca dizem o verdadeiro nome. Por isso, em várias cenas, quando alguém pergunta qual é o nome do Chaves, a resposta dele sempre é interrompida por outra pessoa que aparece falando ao mesmo tempo. Na dublagem em português, essas cenas perdem um pouco do sentido, devido à existência do nome do Chaves. Na canção "Que Bonita Vecindad" (mais tarde traduzida como "Que Bonita Sua Roupa") tem um verso em que o Chaves faz suspense quando vai dizer o seu nome, mas acaba não dizendo: "Mi nombre es… el Chavo / Toda mi ropa es un autentico remiendo". O verso foi adaptado como "Eu sou o famoso Chaves / Todos dizem que minha roupa é remendada".

A partir 4 de agosto de 2003, o seriado deixou de ser exibido diariamente chocando e surpreendendo o Brasil inteiro. Notícias foram divulgadas em todas as revistas sobre a saída do seriado após 19 anos ininterruptos de exibição. Chaves voltou à programação no dia 1º de setembro de 2003 após muitos apelos do Brasil inteiro, e com uma novidade: a volta dos episódios perdidos. Atualmente o programa vai ao ar de Segunda a Sexta feira às 13h15min e as 17h30min no SBT.

E você, qual seu episódio preferido? :D

Fonte Wikipedia

sábado, 11 de junho de 2011

De malas prontas: Mi Buenos Aires Querido





A dica de viagem de hoje é a capital portenha que tem vibe de me metrópole européia, com uma diferença: tudo é bem mais barato que na Europa e até mesmo que no Brasil. Buenos Aires é uma das cidades mais fascinantes da América Latina com uma incrível gama de atrações, uma vida cultural e noturna intensa e, claro, todo o encanto do tango.

Os lugares turísticos mais interessantes se encontram no Centro Histórico da Cidade, nos bairros Monserrat e San Telmo, a cidade começou a se construir ao redor da Praça Maior, hoje Plaza de Mayo, onde as instituições administrativas da Colônia estavam instaladas. A Avenida 9 de Julio, a Avenida Corrientes e o Obelisco , no cruzamento de ambas representa um cartão postal clássico da capital portenha. Caminhar pela Avenida Corrientes é quase uma obrigação para quem visita Buenos Aires, nela é possível encontrar diversas opções de teatros e cafés, além de livrarias que dispõem das mais diversas publicações.

Quem for a Buenos Aires não pode deixar de conhecer a “Calle Florida”, rua dos preços baixos, que fica no centro da cidade. É o calçadão mais freqüentado e repleto de lojas com preços baixos. E para as meninas, a capital portenha dispõe da BARBIE STORE, as duas únicas lojas do mundo ficam em Buenos Aires, lá além de salão de beleza e casa de chá temático, há figurinos de boneca em tamanho adulto e o melhor de tudo é que dá até para experimentar.

Para aqueles que desejam aprender o idioma de nossos “hermanos”, ou fazer um intercâmbio, a cidade dispões de ótimas escolas de Espanhol, com cursos que variam de duas semanas a seis meses. Algumas destas escolas, inclusive oferecem hospedagem aos alunos. Sem dúvida, uma das melhores maneiras de aprender outra língua e interagir com a cultura local.
Buenos Aires dispõe de mais de 200 hotéis. Por sem um pólo universitário, a cidade conta também com diversos albergues da juventude e residências universitárias com custo bem acessíveis.


Por Cris
@cris_mks

sexta-feira, 10 de junho de 2011

O Amor está no ar... E no museu dos namoros rompidos!



Dia dos namorados chegando! E na contramão de tudo que tem sido escrito nessa semana dos lovers, hoje vou falar sobre um lugar que podemos dizer que é, no mínimo, diferente: O Museu dos Namoros Rompidos.

O museu está localizado na Croácia, expõe os mais diversos objetos que foram significados de namoros que ficaram pra trás. É possível encontrar de tudo por lá: ursos de pelúcia, bilhetes de cinema, CDS... enfim os mais diversos objetos doados por pessoas que tiveram seus corações partidos, além de objetos bizarros como cuecas comestíveis , um machado e até uma prótese de perna , doado por um homem que terminou seu namoro com uma enfermeira.

A idéia foi dos artistas Olinka Vistina e Drazen Grubisic, que abriram o museu em 2006, para mostrar ao mundo como é difícil desprender-se de um namoro que não deu certo e dos objetos que a pessoa deixou para trás. Antes de ser uma instalação fixa na Croácia, o museu percorreu várias cidades do mundo, passando por Nova York e Istambul. E acreditem! Atualmente o museu recebe mais de 1000 visitantes por dia.

Então, se pretendes conhecer a Croácia nas próximas férias, não deixe de conhecer o museu. Vai que encontras algum objeto de algum amor do passado abrilhantando a exposição.

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Circo do Sol - Aonde quer que esteja...

O Cirque de Soleil, ou Circo do Sol tem sua sede no Canadá. Foi fundado em 1984 por dois ex-artistas de rua. É descrito como um circo moderno, cheio de histórias e performances emocionantes e não utilizam animais em suas apresentações. Recruta artistas e números de circo de todas as partes, atualmente o elenco é composto por artistas de mais de 40 nacionalidades. Inclusive uma brasileira compõe o time de trapezistas do circo. Em 2009, a coreógrafa brasileira Deborah Calker dirigiu um dos espetáculos do Cirque Del Soleil, sobre o mundo dos insetos, onde comandou 53 artistas.

Nos espetáculos há contorcionismo, malabarismo, palhaços e trapezistas. Todos com roupas coloridas e maquiagens. Os shows fazem uso de música ao vivo e o uso de um dialeto imaginário criado pela companhia chamado “Cirquish”.

A trupe chega ao Brasil em Setembro com o espetáculo Varekai, que conta a história de um jovem solitário que cai do ceú de para-quedas no meio de uma floresta misteriosa e mágica. Um lugar fabuloso e habitado por criaturas de mil metamorfoses, o jovem lança-se numa aventura absurda e intigrante. Neste momento, neste lugar onde tudo é possível, inicia-se uma celebração à redescoberta a vida. O espetáculo passará por oito cidades, incluindo Porto Alegre e Curitiba.
Para informações e pré-venda de ingressos acesse http://www.cirquedusoleil.com/

Por Cris
@cris_mks
Referência: cirquedusoleil.com
Foto: César Catalár

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Toca Raul!


Aposto que você já ouviu essa expressão em algum lugar, não? Pois é, dificilmente encontraremos alguém que não conheça ou nunca tenha ouvido alguma música do “pai do rock brasileiro”, mesmo passado 21 anos de sua morte, sua arte continua viva até hoje.

Raulzito era um apaixonado por Filosofia e Rock, sua mãe costuma dizer que ele passava horas trancado em seu quarto ouvindo o que ela chamava de “béngue-béngue da guitarra de Elvis Presley” e gritando umas maluquices. A paixão pelos livros começou quando seus pais o matricularam em uma escola de Padres, (é verdade!) Colégio Interno Marista, onde cursou a 3º série, mas acabou repetindo o ano. Raul amava os livros, mas odiava a escola, segundo ele, a escola não ensinava nada do que ele queria saber, tudo o que aprendia era nos livros, em casa ou na rua.

Em 1968, Raul gravou seu primeiro disco, “Raulzito e Os Panteras”, e mudou-se para o Rio de Janeiro. Mas o disco não deu certo. Segundo ele, o fracasso deu-se pelo fato de que, de um lado havia quatro músicos preocupados com qualidade musical e de outro a gravadora que só se preocupava com o lado comercial. Parceria desfeita. E Raul retornou para Salvador. Mais tarde, Raul retornou ao Rio onde trabalhou como produtor fonográfico na CBS, anonimamente por um bom tempo. Em 1970, suas canções começaram a ser gravadas pelos artistas da gravadora, tornando-o então, um reconhecido produtor que fez com que suas canções virassem hits na voz de outros cantores. Mas Raul não se conformava. Ainda tinha o velho sonho de criança... Se tornar cantor!

E foi em 1972, no Festival Internacional da Canção, que Raul despontou no cenário musical, as duas músicas inscritas no concurso chegaram à final. Foi um sucesso de critica e de publico. Nesta mesa época, Raul conheceu Paulo Coelho, que mais tarde se tornaria seu parceiro musical.
Paulo Coelho e Raul Seixas criam a Sociedade Alternativa (Viva! Viva! Viva a Sociedade Alternativa!..) baseada nas crenças de Paulo na bruxaria. Mas a Ditadura acreditou que se tratava de um movimento armado contra o governo, e os dois foram exilados nos Estados Unidos, onde acredita-se que Raul teria encontrado com John Lennon. Porém o disco Guita estava fazendo tanto sucesso, que os dois retornaram ao Brasil, onde Raul ganhou Disco de Ouro devido a 600.000 cópias vendidas. No final da década a parceria com Paulo foi desfeita.

Nos anos seguintes, mais algumas parcerias que não deram certo. A última delas, com Marcelo Nova e uma turnê de 50 shows pelo Brasil, que resultaram no ultimo cd da carreira de Raul. Nosso “maluco beleza” nos deixou no dia 21 Agosto de 1989, vitima de parada cardíaca. A vida de Raul também foi cercada de algumas polemicas... drogas, alcoolismos, quatro casamentos.. Mas, polemica à parte, o fato é que Raul nos deixou apenas de corpo presente, pois sua obra permanece viva, vinte anos após a sua morte, o produtor musical Mazzola, que era amigo pessoal de Raul, divulgou uma musica inédita, intitulada “Gospel”, que inclusive fez parte da trilha sonora da novela Viver a Vida.

Para as gurias: Renda-se ao poder do blush!


Quem não gosta de ter aquele ar saudável ?! E pra nos ajudar a estar sempre assim, podemos contar com a ajuda de um blush, que quando bem aplicado pode surpreender.
Segue algumas informações para as gurias que adoram ficar com o ar saudável, afinar o rosto ou até mesmo deixá-lo com a aparência mais bronzeada:

O blush em tons terrosos é excelente para criar profundidade e um rosto bastante expressivo. Os tons mais rosados criam um aspecto saudável, e ultimamente tem sido tendência. Ficam especialmente interessantes em loiras. As morenas devem ser cautelosas com os rosados e ficarem à vontade para todos as variações dos tons terra, incluindo os tons puxados para o laranja.As negras devem fazer uso dos tons alaranjados para destacar a sua pele .As orientais devem fugir dos tons alaranjados, com o risco de realçar ainda mais o tom levemente amarelado de sua pele.
De toda forma, atente para o tom da sua própria pele, independente de ser clara, morena, negra ou oriental. Fujo do tom que a sua pele já traz muito marcada e a chance de errar diminuirá (por exemplo, as brancas devem atentar se seu tom de pele "puxa" mais para o rosa ou o amarelo e evitar o tom que mais se assemelha ao da sua pele, e assim por diante.

Como acertar no blush?
Rosto oval: Você precisa passar o blush nas têmporas acompanhando até a testa e até a altura do queixo, provocando uma ilusão de ótica para alongar e amenizar esse aspecto oval. Não se esqueça de passar nas bochechas.
Rosto retangular ou longo: O blush deve ser aplicado nas têmporas próximo à testa. Depois, passe um pouco do produto na região entre a orelha e as maçãs do rosto.
Rosto quadrado: Coloque o blush nas têmporas próximo a testa, orelha e boca. Passe também um pouco de blush nas laterais do queixo e depois desenhe as bochechas.
Rosto triangular: Passe o produto nas têmporas próximo a testa e bochechas. Deposite um pouco de blush no queixo e nas maçãs do rosto.
Rosto redondo: O blush é aplicado na lateral do rosto abrindo em leque até as maçãs, acompanhando até o queixo suavemente para valorizar a luz e o efeito oval.
Nariz batatinha: O blush pode ser aliado no disfarce de narizes mais "gordinhos". Passe um pouquinho na ponta em sentido vertical.

Gurias, aproveitem o poder do blush!

terça-feira, 7 de junho de 2011

Morando Sozinha - Parte 2


“Ufa! Acho que eu gastei o salto de três sapatos em busca do “apartamento ideal”. Gente que loucura é a busca por um canto pra morar. Foram duas longas semanas, e um tal de “vai-pra-lá e volta-pra-cá” , que quase me fez desistir. Mas não! Me mantive firme na busca. É hora de ter o meu próprio cantinho.

Nessas duas semanas eu vi de tudo, e até me perdi na Zona Sul, que por sinal vi um AP bacana, mas que achei um pouco longe, 1hr e 20min e dois ônibus. Não que isso seja problema, mas preferi algo mais perto, até porque agora não terei mais as divisões de tarefas penduradas na geladeira. Terei de lavar a louça e tirar o pó todos os dias. Rsrs

Bom, depois de tanto procurar encontrei um JK (quarto-e-sala) que eu amei! É super pequeno, mas a idéia era essa mesmo. Algo que fosse pequeno, mas que tivesse a minha cara. Depois de todos os tramites burocráticos (e quanta burocracia!), ontem eu finalmente peguei as chaves do AP! E na ânsia de mudar logo, passei a noite arrumando as minhas coisas para a mudança. E sabe que eu descobri que não tenho tantas coisas assim?! Aí bateu um pavor, porque eu percebi que ninguém vive só com roupas, sapatos, uma cama, alguns porta-retratos, um notebook e um peixe.

- Preciso mobiliar o apartamento! E lá se vai toda a minha poupança de dois anos inteiros. Ok! O pessoal da agência está organizando um “chá de panelas” pra mim. Confesso que eu pensava que isso era só para quem estivesse com casamento marcado...
Eu escrevo esse texto pra vocês, sentada no chão do meu AP. Apesar dele ainda estar vazio (não tem nem ducha ainda) eu estou realmente feliz! Acho que se eu tivesse música por aqui faria uma festa comigo mesma, por que finalmente as coisas vão andar do meu jeito, privacidade e a minha bagunça organizada. Nem acredito!

Galera, agora eu preciso ir. Amanhã é dia de pintar o apartamento, e de começar a escolher os móveis e isso é assunto para o próximo texto. Posso adiantar que tenho visto muitas coisas lindas e o pessoal da agência tem me ajudado nas escolhas.Tive algumas idéias de texturização ou adesivos de parede. Não sei, ainda preciso decidir. Mas, prometo que conto tudo pra vocês.

Um beijo, e até o retorno.
Carol.

Renato Russo, o maior de todos os poetas.


Confesso que este é um dos textos mais difíceis que já escrevi. Difícil porque quando se trata de um ídolo dificilmente conseguimos ser imparciais.
Rentato Manfredini Junior , ou Renato Russo como ficou conhecido, é considerado o mais importante compositor do rock brasileiro. Ídolo de toda uma geração que fez trocadilho com o nome da banda na qual Renato esteve à frente na maior parte de sua carreira: Legião Urbana / Religião Urbana.

Renato viveu no Rio de Janeiro até os seis anos de idade, estudou na escola Olavo Bilac na Ilha do Governador e nessa época escreveu uma redação belíssima intitulada Casa Velha em ruína. Viveu durante alguns anos em Nova York, onde conheceu a língua inglesa e cultura norte-americana. De volta ao Brasil foi viver em Brasília, onde aos quinze anos passou pela fase que talvez tenha sido a mais difícil da sua vida. Ele foi diagnosticado com epifisiólise, uma doença óssea. Foi submetido a uma cirurgia para implantação de três pinos de platina na bacia. Nessa época Renato sofreu muito, ficou durante seis meses na cama quase sem movimentos. Dedicava-se quase que integralmente a ouvir música, iniciando a sua extensa coleção de discos dos mais variados estilos. Renato costumava afirmar que esta época foi determinante na formação de sua musicalidade.

Sua primeira banda foi o Aborto Elétrico, durou quatro anos e acabou devido a brigas entre Renato e Felipe Lemos, baterista. Com o fim da banda, Renato passou a compor e se apresentar sozinho, nessa época ficou conhecido como Trovador Solitário. Poucos meses depois, Renato uniu-se a Marcelo Bonfá, Eduardo Paraná e Paulo Guimarães formando aquela que seria uma das mais famosas bandas de rock do Brasil: Legião Urbana. Após alguns shows Eduardo Paraná e Paulo Guimarães deixaram a banda. A vaga de guitarrista é assumida definitivamente por Dado Villa-Lobos em 1983 consagrando a formação clássica da banda. À frente da Legião Urbana, Renato atingiu o auge de sua carreira como músico e consagrou-se o maior poeta do rock do país.

Renato nos deixou no dia 11 de Outubro de 1996, vítima de Aids. Ele era soropositivo desde 1989, mas jamais revelou publicamente sua doença. Já se passaram 14 anos desde sua morte, mas a poesia de Renato continua presente, mesmo na vida daqueles que não tiveram a chance de conhecê-lo. Tanto que, está sendo rodado o filme da música Faroeste Caboclo (uma das minhas preferidas) que foi composta por Renato em 1979, em sua fase Trovador Solitário, mas que fez sucesso mesmo ao ser incluída no CD “Que País é este” lançado pela Legião em 1987. A produção deve estrear ainda em 2011 com a direção de René Sampaio.

“É tão estranho, os bons morrem jovens.. assim parece ser quando me lembro de você, que acabou indo embora cedo demais” poesia de Renato, que condiz exatamente com o sentimento dos fãs que ele deixou.



Por Cris Marks
Twitter @cris_mks
Referência: WIKIPÉDIA

segunda-feira, 6 de junho de 2011

O Amor está no ar... E quem sabe ao seu lado!


Dia dos Namorados chegando! Eu sei que eu deveria falar sobre coisas românticas, corações e ursinhos de pelúcia perfumados. Dicas de presentes, sugestões para uma noite super romântica e blábláblá... Pois bem! O fato é que estou, digamos que, desprovida de romantismo nos últimos tempos, então resolvi contar uma história pra vocês. Uma história real, que eu acompanhei de perto, de uma amiga muito querida. Eu não fiz parte da história, eu apenas a “transcrevi” para a leitura de vocês!

“Imagina você, um dia de trabalho normal. Eu saí um pouco atrasada nesse dia e por coincidência (ou destino, não sei) acabei perdendo o ônibus de costume e pegando o próximo. Até aí tudo normal... Algumas paradas a frente, já com o ônibus lotado, um moço (bem bonito por sinal) parou bem ao meu lado, a principio uma pessoa normal com fones no ouvido, mas que me chamava atenção... Além de ser muito bonito, ele mexia insistentemente no celular. Ok! Ele pode estar jogando, lendo e-mails ou quem sabe twittando... (vai saber né?! Hoje em dia as pessoas quase nem se falam mais pessoalmente, a tecnologia é tanta que tem gente que vive na mesma casa e se fala pelo MSN... ) Pois bem, nossos olhares se cruzaram algumas vezes, mas eu, sentindo um pouco de timidez, continuei ouvindo as minhas músicas e lendo como de costume. Ele desceu algumas paradas antes da minha e eu desci na minha casa.As nossas vidas seguiriam normalmente...

Será mesmo? Doce engano! Quando eu cheguei a minha casa e liguei o meu computador, uma amiga estava enlouquecida atrás de mim.. “Você precisa ver uma coisa, e logo!”... E aí eu pensei “Meu Deus, o que será de tão importante?!”. Quando abri o link que ela me enviou, foi inacreditável! Era a rede social do moço, aquele do ônibus, do celular.. Tinha uma foto minha, aliás, não só uma, tinham três fotos minhas com a legenda “Te encontrei, finalmente!” Há! Então era por isso que ele tanto mexia no celular... Sim! Celulares tem câmera digitais – pensei. Confesso que nessa hora o chão sumiu debaixo dos meus pés, minha boca ficou seca... Eu pensei “como eu não vi isso?” Senti um pouco de medo também, vai saber se não se tratava de um psicopata maluco desses que agente ouve histórias por aí.

Bom, a minha sorte é que ele não era nenhum maluco, ele realmente havia me encontrado só que de uma forma, digamos que, inesperada. Depois desse dia começamos a nos falar... Até que um dia ele foi me buscar no trabalho, saímos pra jantar e finalmente ficamos juntos! Algumas semanas depois ele me pediu em namoro. Confesso que no inicio não foi uma paixão avassaladora como as que vemos nas novelas. Mas isso foi só no inicio, com alguns meses de namoro fizemos uma viagem juntos, só nós dois. E foi nessa viagem que eu percebi o quanto estava apaixonada! Sabe aquela história que as pessoas dizem de ouvirem sininhos? Eu finalmente tinha encontrado a pessoa que me fez ouvir os tais sininhos... rsrs

Foram dois anos de namoro e muitos momentos bons. Acabou porque o destino quis assim. Assim como no inicio da história, ele quis que eu me atrasasse e pegasse o mesmo ônibus daquele que “me encontrou” e me fez ouvir sinhinhos durante dois anos.

Feliz Dia dos Namorados!

domingo, 5 de junho de 2011


Saiba como aplicar a base líquida e obter um acabamento perfeito!

Coloque um pouco de base no dorso da mão. Comece pelo centro do rosto e aplique o pincel deitado, dando batidinhas para a cobertura ficar mais uniforme.
Lembre-se: menos é mais. Você poderá obter mais cobertura aplicando uma segunda camada de base, se necessário.
Aplique a base com cuidado para não retirar o corretivo, caso você o tenha aplicado antes.
Não se esqueça de aplicar a base também ao longo da linha do queixo e do cabelo, para não dar a impressão de formar uma “máscara”.
Você também pode aplicar a base sobre as pálpebras para deixar uma tonalidade mais uniforme em todo o rosto.

Dicas importantes do Maquiador Wilson Eliodorio.

O poder dos pincéis:
Essa ferramenta que os maquiadores usam é fundamental para deixar o make impecável e as mulheres devem lançar mão desse recurso no dia a dia. “Utilizar um pincel é sempre mais adequado, facilita para espalhar e ainda dosa melhor a quantidade de produto que se aplica. É uma ferramenta muito útil. Os dedos alteram a cor dos produtos, já que é comum fazer uma sobreposição de tons e o Ph da pele. Por isso, é melhor evitar”, disse Wilson. Se você é daquelas que não domina a espátula de cerdas, o especialista ensina um truque eficiente: “comece com apenas um pincel, aquele que você mais gosta, pode ser de blush, sombra, qualquer um. Depois, com o hábito, você mesma vai sentir necessidade de aplicar todos os produtos com um pincel adequado”.

• Cuidado com o excesso de pó.Ele resseca muito e tende a deixar a pele craquelada. Se a intenção é cobrir marcas de expressão, secar-se demais acaba evidenciando os sinais.

• A cor da base muito distante do tom original da pele também é um deslize. Deixa o visual carregado.

• Evite o efeito panda invertido.Não exagere no corretivo na hora de disfarçar as olheiras. Fica pior.




sábado, 4 de junho de 2011

Apenas Dance!


Quem dança seus males espanta! Quem nunca ouviu essa frase? Eu já ouvi algumas dezenas de vezes, e confesso que pra mim não significava muito até o dia em que eu fiz a minha primeira aula de dança.

Teoricamente, dança refere-se ao movimento humano usado como forma de expressão ou apresentado num contexto social, espiritual ou num ambiente de performance. Na prática, vai muito além disso. A dança é uma terapia, um estilo de vida. Poderia citar aqui várias histórias de pessoas que dedicam sua vida integralmente à Dança, como Carlinhos de Jesus que respira a dança 24hrs por dia. O embaixador do samba, que foi responsável durante onze anos pela coreografia da comissão de frente da Mangueira, já ganhou diversos prêmios e condecorações como Medalha do Mérito Artístico de Dança, em virtude de seus serviços prestados à dança, pelo Conselho brasileiro da dança vinculado ao Conséil International de La Dance. E quem nunca ouvir falar em Ana Botafogo? A bailarina que teve sua carreira desenhada na ponta dos pés, desde 1981 é a primeira bailarina do Teatro Municipal do Rio de Janeiro e que durante a carreira, interpretou as mais importantes obras da dança clássica.

Mas, o que eu quero falar hoje pra vocês é sobre todos os benefícios que a dança traz às pessoas comuns, como eu e você, pessoas que tem uma vida normal, que trabalham, estudam e tem dezenas de coisas pra cuidar. Você já pensou em reservar duas horas da sua semana para o seu bem estar? Se a respostar for positiva, eu aconselho que busque uma escola de dança, os benefícios são incontáveis.

Ao dançar liberamos nossas emoções, nos divertimos com nossos próprios erros e tropeços. Sorrimos sozinhos quando acertamos aquele “passo” que parecia impossível de conseguir. E o melhor de tudo é que não existe idade para vestir as sapatilhas e se render ao prazer de deixar a música nos guiar.
A dança melhora a postura, a flexibilidade, aprimora a coordenação motora e o equilíbrio e ainda auxilia na redução de peso. Render-se a esta “terapia” não é nada difícil, se levarmos em consideração as várias modalidades e ritmos que existem. Segundo JC Viola, bailarino e coreógrafo, cada modalidade da dança trabalha posturas físicas e sentimentos específicos. “Nos embalos de sábado à noite” a auto-estima de quem dança também aumenta, não resta o mínimo espaço para timidez. Não há uma explicação cientifica para o fato das pessoas se sentirem mais bonitas e com um brilho especial depois de começarem a praticar a dança. Talvez seja em virtude da endorfina, ou talvez pela magia da trilha sonora que faz com que as pessoas esqueçam-se de qualquer preocupação. O stress é uma página virada na vida dos praticantes de qualquer modalidade.

Renda-se a este maravilhoso universo! Dance!

Por Cris
Twitter @cris_mks

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Gurias,
Aline é consultora de beleza e vai nos dar dicas aqui no blog. Toda a semana uma nova dica pra vocês! Aproveitem ;)





Sugestão de Olho para vocês arrasarem no visual!!!
Sombras: Dusty Lilac + Coal + Sweet Plum + Vanilla (sombra creme a pó)

1. Passe em toda pálpebra móvel a dusty lilac.
2. Depois passe a Sweet Plum no canto do olho e vem trazendo para o lado de dentro,
3. Esfume só o cantinho com a sombra Coal,
4. Passe por cima de todas as sombras uma camada bem fina da sombra creme a pó Vanilla para dar o brilho
5. PS.: Na parte inferior do olho use o pincel chanfrado para fazer o contorno que seria do lápis de olho, mas neste look você vai usar a sombra sweet plum como lápis de olho.

6. Depois Máscara Ultimate para os Cílios.

Pronto look finalizado e lindo para o seu final de semana!




Tente fazer nesse final de semana, você vai amar!

Os produtos podem ser vistos no site www.marykay.com.br . Para maiores detalhes entre em contato com a Aline (aliner.marykay@terra.com.br).

De malas prontas!


Galera, o assunto hoje é pra todos aqueles aventureiros que adoram colocar uma mochila nas costas e conhecer lugares, pessoas e culturas diferentes.

Vocês já ouviram falar em HOSTEL? Não, eu não digitei errado! É Hostel mesmo, ou Albergue da Juventude como também é conhecido. Eles estão espalhados pelos quatro cantos do mundo (no Brasil são mais de 90 albergues). Além de ser uma opção de hospedagem com o custo bem mais baixo que os hotéis tradicionais, você tem a chance de conhecer pessoas de todos os lugares, e quem sabe dividir o quarto com pessoas que, em condições tradicionais, não teria a chance.

A Federação de Albergues da Juventude, ou Hostelling International, tem como filosofia que jovens tenham a oportunidade de conhecer outros países, cidades, culturas e costumes diferentes e aprendam a respeitar as peculiaridades de cada povo e a conviver em sociedade, contribuindo para formação do jovem.
Você pode se associar ao Hostelling International e receber uma carteirinha. Com ela você recebe desconto no valor da hospedagem em todos os albergues credenciados. A boa noticia é que o valor não passa de R$40,00. Bom né?!?

A idéia desse tipo de hospedagem nasceu em 1909 na Alemanha, quando o professor Richard Schirmann, que dedicava parte de seu tempo a criar programas de convivência entre alunos, passou a organizar grupos com os jovens para realizar pequenas viagens de estudos. Assim, ele descobriu a possibilidade de criar uma alternativa de hospedagem para acomodar os alunos, que não fosse apenas a pernoite em hospedarias.
Ser alberguista é, sobretudo, amar a liberdade, dignificar a convivência humana e o respeito.

Pra quem quiser mais informações sobre como se associar a Federação dos Alberguistas, ou ainda conhecer os Albergues disponíveis em todo o mundo, acesse o site: http://www.hostel.org.br/


Por Cris Marks
Twitter @cris_mks

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Para as gurias...



Hoje eu tenho uma dica para todas as gurias que adoram se maquiar.

Conheci a Máscara para Cílios da Mary Kay através da minha amiga Aline, que é
consultora de beleza, me apaixonei!!

Sua uma fórmula exclusiva permite criar cílios longos com até cinco vezes mais volume. E ainda, a tecnologia Smart Wiper distribui a quantidade exata de máscara, proporcionando máximo volume, sem acumulo nem desperdício.



Pra quem gosta dos cílios alongados e definidos, fica a dica!




quarta-feira, 1 de junho de 2011

Loca, loca... loca! Mas nem tanto!


I am crazy but you like it... Já diz a letra da música da cantora colombiana Shakira, 34 anos. Que Shakira tem uma carreira muito bem sucedida, um corpo escultural e, digamos que, uma vida perfeita todos nós todos já sabemos... Mas o fato é que ela não é tão loca assim como fala a música, e possui um lado voltado à causa social que poucas pessoas conhecem.

Hoje vou falar desse outro lado, da menina que em 1997, aos 18 anos, criou sua própria fundação beneficente à qual batizou de “Pies Descalzos”. Uma instituição social voltada a crianças carentes, que presta todo o tipo de auxílio, tanto financeiro quanto psicológico. Além disso, Shakira foi eleita a primeira colombiana a ser embaixadora da Unicef, fruto de sua preocupação e envolvimento com as causas sociais.

A mariposa de asas coloridas, como ela mesma se define, vai muito além da voz grave e das danças sensuais. Shakira é “humana” como poucas pessoas no meio artístico, realmente se preocupa com o futuro e é ciente de que nem todos terão as mesmas oportunidades que ela teve. Afirma que zelar pela criança é cuidar para que o futuro seja melhor, e que não basta fazer um trabalho assistencial que não leve em consideração a educação.

Atualmente, Shakira juntamente com outros cantores e empresários, dedica-se também à Fundação ALAS (América Latina em Acción Social) com o objetivo de arrecadar fundos para o combate a pobreza em todo o continente. Tanto que, em sua recente visita ao Brasil, com o Pop Festival, a cantora esteve reunida com a presidente Dilma Rousseff, onde discutiram assuntos ligados à área social, Shakira aproveitou a ocasião e doou um violão que será leiloado em prol de Projetos Sociais do Brasil. Já na Bolívia, a cantora recebeu do presidente Percy Fernáncez a condecoração de Hospede Ilustre devido a todo o trabalho humanitário desenvolvido pela cantora. Na mesma ocasião Shakira recebeu as chaves da cidade de Santa Cruz, e foi definida como verdadeira “embaixadora das crianças”.

Se tantas outras seguissem esse exemplo, não tenhamos dúvida de que o Mundo seria bem melhor.

Morando Sozinha - Parte 1





Gente, foi difcil de convencer Carol a escrever a história dela para o blog. Hoje ela me enviou a primeira parte por e-mail e vocês começam a acompanhar a história da minha amiga em busca do seu "cantinho perfeito"

"Antes de qualquer coisa, acho que seria justo eu me apresentar: Sou a Carolina, tenho 24 anos e atualmente estou me preparando para morar sozinha. A Cris é uma amiga de tempos, e me pediu pra contar essa história pra vocês. Confesso que no inicio fiquei um pouco receosa porque nunca tinha pensando em escrever sobre isso para um blog. Mas enfim, o poder de persuasão da minha amiga venceu e aqui estou.

Morei até os 18 anos com meus pais em uma cidade do interior(Erechim), e aí passei no vestibular e vim estudar em Porto Alegre. Confesso que não foi nada fácil sair do conforto do meu lar, tanto pra mim quanto pra minha família. No início, dividi apartamento com outras quatro meninas e sobre isso sim eu teria várias histórias pra contar [risos]. Depois de algum tempo, ficamos entre três pessoas no apartamento. Uma se formou, foi morar sozinha, outra casou e mudou de cidade.

Bom, eu estou me formando em Publicidade e Propaganda e trabalho em uma agência de Publicidade e já tenho 24 anos. Resolvi que esse é o momento de eu ter meu próprio cantinho, tudo do meu jeito e com a minha cara. E é isso que eu pretendo dividir com vocês, a minha busca pelo apartamento, como eu vou decorar... como eu vou me virar com as despesas, e a minha primeira visita ao supermercado sozinha.. rsrsrs
Já tenho um apartamento em vista, um JK super pequeno. Mas também já tenho varias idéias para decoração, mas isso é assunto para o próximo texto."

Beijos e até o retorno!
Carol.

Você já ouviu falar em Romero Britto?


Romero Britto é um conhecido artista pop brasileiro, que atualmente vive em Miami. Suas obras fazem muito sucesso devido às cores e alegria que expressam. Britto utiliza o estilo cubista representando formas da natureza através de figuras geométricas.

Admirado pela comunidade internacional, Romero tem suas pinturas e esculturas presentes nos cinco continentes, expostas em mais de cem galerias. É um ícone da cultura pop moderno sendo um dos artistas mais premiados dos tempos atuais.
Nasceu em Recife em 1963 e costuma afirmar “Nasci com um dom, e quero dividir com todos”. Tornou-se conhecido quando o executivo de uma marca de Vodka teve a idéia de exibir suas imagens em uma peça publicitária, veiculado em 63 revistas o anuncio abriu as portas para Romero. Foi o meu “pulo do gato” lembra ele, que em 1990 foi passar férias na casa de um amigo em Miami, e acabou ficando por lá. No começo suas telas eram vendidas na rua, exatamente como fazia em Recife. Hoje em dia, 80% do seu trabalho são encomendados: de retratos das cantoras Gloria Estefan e Whitney Houston a selos para as nações unidas.

É casado com uma americana, e pai de um adolescente de 14 anos, Britto sente-se em casa nos Estados Unidos, tanto que foi o único artista brasileiro a participar da Cow Parade, evento que espalhou 500 esculturas de vacas em tamanho natural pelas ruas de Nova Iorque.

Confere abaixo a minha obra preferida de Britto, O Abraço.


terça-feira, 31 de maio de 2011

Fazer o bem, sem olhar a quem!


“Descobri que a minha doença tem cura, estou fazendo fisioterapia na alma”
Ouvi essa frase de um voluntário da Kinder (Instituição voltada ao atendimento de crianças portadoras de necessidades especiais). Quando me interessei em fazer voluntariado, procurei algumas pessoas, fui até a Parceiros Voluntários pra entender melhor o papel do voluntário. Em uma dessas minhas conversas ouvi essa frase, que resumiu tudo o que eu precisava saber.

Teoricamente, voluntario é que aquele que faz algum tipo de trabalho em prol de outras pessoas, sem qualquer fim lucrativo com o objetivo de contribuir para um mundo mais justo e mais solidário. Na prática é muito mais do que isso, as pessoas que doam o seu tempo e a sua atenção para o bem de outras recebem em troca muito mais do que oferecem. A lição de vida que temos em cada visita, em cada conversa com as crianças, ou com os próprios pais, nos dá um choque de realidade e vemos que nossos problemas não são nada, ou são bem menores, se comparado ao de outras pessoas. É aquela velha história que já conhecemos bem, sempre nos comparamos às pessoas em situação melhor do que a nossa, mas experimente se comparar aqueles que têm menos (menos dinheiro, menos saúde, menos família...) e você vai descobrir que você é muito mais feliz do que imaginava.

Atualmente diversas organizações contam com a solidariedade de voluntários. Exemplo disso é a Cruz Vermelha, movimento internacional humanitário que conta com 97 milhões de voluntários em todo o mundo; ou os Médicos sem Fronteiras , uma ONG que oferece ajuda médica e humanitária em situações de emergência , como conflitos armados , epidemias e exclusão social, que atualmente atua em mais de 70 países e ,inclusive, já ganhou o prêmio Nobel da Paz, em reconhecimento a todo trabalho social realizado. Podemos mencionar também, os Doutores da Alegria, que dedicam parte de seu tempo a levar alegria a crianças hospitalizadas e suas famílias, através da arte de palhaços, fazem em média 75 mil visitas por ano... Intitulam seu trabalho como “o engraçado que é sério”.

São muitas as pessoas que se dedicam a fazer o bem. Mas ainda há muito que ser feito, faça a sua parte!

A Banda mais Bonita da Cidade


“... meu amor, essa é a última oração pra salvar seu coração. Coração não é tão simples quanto pensa, nele cabe o que não cabe na dispensa... cabe o meu amor, cabem três vidas inteiras, cabe uma penteadeira, cabe nós dois ... cabe até o meu amor!! “


Gente, quando eu assisti o vídeo dessa música chamada Oração, tive certeza de que não tinha nome melhor pra essa banda de Curitiba, que com o sucesso na Internet ( foram mais de três milhões de acessos), passou a ser conhecida também como a” banda mais bonita da Internet”.

A banda é formada por cinco músicos, mas o vídeo de “Oração” contou com a participação de diversos amigos. O vídeo encanta, talvez pela simplicidade, foi gravado em plano-sequência (sem cortes). Mas todo o sucesso não deslumbrou a galera da banda, “Não sabemos quanto isso vai durar. E também não nos interessa. Estamos preocupados em conciliar todos os compromissos e, principalmente, manter a harmonia interna. Foi essa alegria que nos trouxe até aqui.” Afirmou Rodrigo Lemos, guitarrista da banda mais bonita da cidade.

Confere aí:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...