sábado, 4 de junho de 2011

Apenas Dance!


Quem dança seus males espanta! Quem nunca ouviu essa frase? Eu já ouvi algumas dezenas de vezes, e confesso que pra mim não significava muito até o dia em que eu fiz a minha primeira aula de dança.

Teoricamente, dança refere-se ao movimento humano usado como forma de expressão ou apresentado num contexto social, espiritual ou num ambiente de performance. Na prática, vai muito além disso. A dança é uma terapia, um estilo de vida. Poderia citar aqui várias histórias de pessoas que dedicam sua vida integralmente à Dança, como Carlinhos de Jesus que respira a dança 24hrs por dia. O embaixador do samba, que foi responsável durante onze anos pela coreografia da comissão de frente da Mangueira, já ganhou diversos prêmios e condecorações como Medalha do Mérito Artístico de Dança, em virtude de seus serviços prestados à dança, pelo Conselho brasileiro da dança vinculado ao Conséil International de La Dance. E quem nunca ouvir falar em Ana Botafogo? A bailarina que teve sua carreira desenhada na ponta dos pés, desde 1981 é a primeira bailarina do Teatro Municipal do Rio de Janeiro e que durante a carreira, interpretou as mais importantes obras da dança clássica.

Mas, o que eu quero falar hoje pra vocês é sobre todos os benefícios que a dança traz às pessoas comuns, como eu e você, pessoas que tem uma vida normal, que trabalham, estudam e tem dezenas de coisas pra cuidar. Você já pensou em reservar duas horas da sua semana para o seu bem estar? Se a respostar for positiva, eu aconselho que busque uma escola de dança, os benefícios são incontáveis.

Ao dançar liberamos nossas emoções, nos divertimos com nossos próprios erros e tropeços. Sorrimos sozinhos quando acertamos aquele “passo” que parecia impossível de conseguir. E o melhor de tudo é que não existe idade para vestir as sapatilhas e se render ao prazer de deixar a música nos guiar.
A dança melhora a postura, a flexibilidade, aprimora a coordenação motora e o equilíbrio e ainda auxilia na redução de peso. Render-se a esta “terapia” não é nada difícil, se levarmos em consideração as várias modalidades e ritmos que existem. Segundo JC Viola, bailarino e coreógrafo, cada modalidade da dança trabalha posturas físicas e sentimentos específicos. “Nos embalos de sábado à noite” a auto-estima de quem dança também aumenta, não resta o mínimo espaço para timidez. Não há uma explicação cientifica para o fato das pessoas se sentirem mais bonitas e com um brilho especial depois de começarem a praticar a dança. Talvez seja em virtude da endorfina, ou talvez pela magia da trilha sonora que faz com que as pessoas esqueçam-se de qualquer preocupação. O stress é uma página virada na vida dos praticantes de qualquer modalidade.

Renda-se a este maravilhoso universo! Dance!

Por Cris
Twitter @cris_mks

Um comentário:

  1. Oi Cris! Acabo de dar conta de teu blog :)Legal!
    ( por coincidencia eu tambem começei um blog no mayo )

    Bom, sou dessas pessoas, tenho uma vida normal, trabalho,etc e decidi tomar aulas de flamenco! Infelizmente, apos ter visto este baile que nao da pra mim , deixei o curso rsrsrsrs...I am such a quitter! Concordo com voce que a baile faz me bem, as vezes danço sozinha em casa e animo-me!

    Bjs
    Ozlem
    http://notasdapoliglota.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...