segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Porto Alegre tem: Oficina de arte Sapato Florido

                  Sou uma apaixonada por Porto Alegre, por isso sempre falo aqui no blog sobre coisas bacanas da cidade. A oficina de arte Sapato Florido eu conheci por acaso, no final do ano passado em uma visita a Casa de Cultura Mário Quintana. Olhem só que bacana o que Gabriela Correa (responsável em assuntos culturais da CCMQ) diz:

                A Oficina de Arte Sapato Florido foi criada junto com a Casa de Cultura Mário Quintana, em 1985, no 5º andar. O direcionamento das atividades, desde o início, fundamenta-se em desenvolver um projeto cultural voltado ao público infanto-juvenil, oferecendo atividades ligadas a diferentes áreas da expressão como artes plásticas, teatro, dança, musicalização e que, atualmente, vem buscando integração aos novos conteúdos que surgem como cotidiano das crianças, como por exemplo, a tecnologia. 


As Oficinas Regulares são voltadas exclusivamente para o público infanto-juvenil, articuladas a partir de um processo seletivo que busca conteúdos diferenciados e arte-educadores qualificados. Tem duração máxima de três meses para cada conteúdo, ministrado em encontros de uma vez por semana com até 3 horas de duração e as turmas são divididas entre as faixas etárias de 5 a 9 anos e de 9 a 14 anos.

Espaço Expositivo Sapato Florido recebe mostras de trabalhos tanto dos alunos das oficinas regulares, como de grupos que trabalham conteúdos voltados para a faixa infanto juvenil e que desejam mostrar seus projetos de oficinas de artes agendando exposições no local. Esta proposta busca estimular a produção e a valorização de associar a aprendizagem às artes.

Além disso, faz parte da administração da Sapato Florido a administração do recente Jardim Sapato Florido, criado em novembro de 2012 com a fundamental participação do biólogo e paisagista Edgar Salla e sapatos cerâmicos criados especialmente pelos artistas da ACERGS, Bando de Barro e Cadeira Cerâmica da UFRGS. A instalação deste jardim na passarela que conduz à área das oficinas, novamente busca ampliar a interação com a realidade das crianças,  associando conteúdos de meio ambiente e arte, propondo mais um espaço de exercício sensível e potencializando a experiência das crianças junto à Sapato Florido.

Algumas fotos que eu fiz no dia que conheci a oficina:






















Mais informações sobre a oficina podem ser obtidas no site da Casa de Cultura.

Um comentário:

  1. Nossa muito diferente essas decorações,nunca vi,mas é bem interessante e criativo.Um beijo!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...