terça-feira, 31 de maio de 2011

Fazer o bem, sem olhar a quem!


“Descobri que a minha doença tem cura, estou fazendo fisioterapia na alma”
Ouvi essa frase de um voluntário da Kinder (Instituição voltada ao atendimento de crianças portadoras de necessidades especiais). Quando me interessei em fazer voluntariado, procurei algumas pessoas, fui até a Parceiros Voluntários pra entender melhor o papel do voluntário. Em uma dessas minhas conversas ouvi essa frase, que resumiu tudo o que eu precisava saber.

Teoricamente, voluntario é que aquele que faz algum tipo de trabalho em prol de outras pessoas, sem qualquer fim lucrativo com o objetivo de contribuir para um mundo mais justo e mais solidário. Na prática é muito mais do que isso, as pessoas que doam o seu tempo e a sua atenção para o bem de outras recebem em troca muito mais do que oferecem. A lição de vida que temos em cada visita, em cada conversa com as crianças, ou com os próprios pais, nos dá um choque de realidade e vemos que nossos problemas não são nada, ou são bem menores, se comparado ao de outras pessoas. É aquela velha história que já conhecemos bem, sempre nos comparamos às pessoas em situação melhor do que a nossa, mas experimente se comparar aqueles que têm menos (menos dinheiro, menos saúde, menos família...) e você vai descobrir que você é muito mais feliz do que imaginava.

Atualmente diversas organizações contam com a solidariedade de voluntários. Exemplo disso é a Cruz Vermelha, movimento internacional humanitário que conta com 97 milhões de voluntários em todo o mundo; ou os Médicos sem Fronteiras , uma ONG que oferece ajuda médica e humanitária em situações de emergência , como conflitos armados , epidemias e exclusão social, que atualmente atua em mais de 70 países e ,inclusive, já ganhou o prêmio Nobel da Paz, em reconhecimento a todo trabalho social realizado. Podemos mencionar também, os Doutores da Alegria, que dedicam parte de seu tempo a levar alegria a crianças hospitalizadas e suas famílias, através da arte de palhaços, fazem em média 75 mil visitas por ano... Intitulam seu trabalho como “o engraçado que é sério”.

São muitas as pessoas que se dedicam a fazer o bem. Mas ainda há muito que ser feito, faça a sua parte!

Um comentário:

  1. eu gostei dessa música, bem legal.
    to seguindo...
    se puder me segui,
    http://descemaisumarodada.blogspot.com/
    abraço

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...